5 Mitos sobre o Seguro de Vida

2018-12-06T13:44:55+00:00

O Seguro de Vida é uma ferramenta essencial de proteção ao bem estar e a qualidade de vida para você e sua família, pois infelizmente ninguém está imune de sofrer algum terrível imprevisto de uma hora para outra: em um grave acidente no trânsito, em um assalto, ou doenças graves, entre muitos outros fatores de risco que estamos expostos.

Apesar de ser um dos mais significativos, o seguro de vida é possivelmente o segmento mais incompreendido entre os seguros, o que o torna erroneamente pouco utilizado entre os brasileiros.

Por isso, reunimos 5 mitos bastante comuns para desvendá-los nesse texto e acabar de uma vez por todas com as suas dúvidas. Fique atento ao restante da leitura e não se engane mais nesse assunto.

1 – Seguro de Vida só é usado em caso de falecimento

O mito mais comum que circula entre as pessoas a respeito do seguro de vida é com certeza esse: que ele somente é utilizado em caso de falecimento do segurado. O que é um tremendo equívoco!

Sim, ele vai indenizar a família e cobrir todos os custos do funeral caso o segurado venha a falecer, mas também pode ser utilizado em várias outras situações, de acordo com as variações da apólice contratada, entre elas:

  • incapacidade temporária total ou parcial ocasionada por acidente;
  • diagnóstico de câncer, exceto de pele;
  • doenças terminais em geral;
  • despesas médico-hospitalares e odontológicas;
  • diárias por incapacidade temporária para profissionais liberais em caso de acidente.

Você pode contar com um corretor de seguros especializado da UNE Seguros e compreender detalhadamente todas as opções de coberturas aproveitando para tirar todas as suas dúvidas a respeito delas, com certeza você vai encontrar uma opção atraente para o seu perfil.

2 – Seguro de vida é só para quem tem muito dinheiro

Outro erro bastante comum é pensar que  apenas pessoas que tem muito dinheiro podem contratar um seguro de vida porque ele é muito caro.

Na verdade, como já vimos, existem várias opções de coberturas e a apólice pode ser personalizada para cada segurado, variando o valor conforme as características da apólice e sempre respeitando o orçamento de cada segurado.

Seguro de vida é para toda pessoa que deseja garantir tranquilidade e proteção para si mesmo e para sua família, assegurando assim a dignidade que merecem nos momentos em que mais precisam.

3 – Quem é solteiro e não possui dependentes não precisa de seguro de vida

Mesmo que você não possua nenhum dependente que possa ficar desamparado caso algo aconteça com você ele é realmente necessário, pois se você é uma pessoa independente que vive do seu próprio trabalho não vai querer virar um peso para ninguém da noite para o dia, ou ficar totalmente desamparado, caso aconteça algum grave imprevisto, não é?

Se estiver protegido pelo seguro de vida e sofrer algum acidente que lhe impossibilite de trabalhar, por exemplo, independentemente se for de maneira permanente ou temporária, estará amparado sem precisar recorrer a terceiros para arcar com as despesas pessoais e as hospitalares que possam surgir.

4 – Quem tem problemas de saúde ou idade elevada não pode fazer seguro de vida

Não existe nenhum tipo de inviabilidade nesse sentido para a contratação de um seguro de vida. Como em qualquer segmento de seguros, será realizada uma avaliação que irá apontar algumas questões de risco ou não, que somente poderão interferir no valor e formatação da apólice.

Por isso, procure a seguradora nesses casos, para que você possa garantir a assistência necessária para você mesmo e àqueles que dependem de você de alguma forma.

Caso você esteja preocupado em como a sua condição de saúde atual coloca em risco o bem estar de sua família, garanta que ela possa vir a contar com você mesmo que o pior aconteça em algum momento.

5 – Quem tem um seguro de vida em grupo não precisa de um individual

Algumas pessoas recebem um seguro de vida no local em que trabalham, por exemplo, mas isso não anula a necessidade de uma cobertura individual. Isso porque na maioria das vezes – e como já vimos anteriormente neste texto –  as necessidades de cada pessoa irão variar, por isso o mais interessante é garantir um seguro de vida individual e personalizado.

Sem falar que você pode acabar saindo da empresa em caso de demissão, por exemplo, vai acabar perdendo automaticamente o seguro que ela havia lhe proporcionado,  justamente em um momento delicado da sua vida financeira. Complicado, não é?

Conclusão

Agora você entende melhor sobre a real abrangência e necessidade desse tipo de seguro, e como ele pode variar de acordo com a necessidade e o estilo de vida de cada pessoa, adequando-se a sua realidade.

Pesquise sobre as opções disponíveis no mercado e encontre a melhor opção para você evitando qualquer problema decorrente de um imprevisto que venha a acontecer causando prejuízos irremediáveis.

Quer saber mais sobre a contratação de um seguro de vida? Entre em contato com um de nossos corretores e siga acompanhando nosso conteúdo.