Aproveitando a vida na melhor idade

2018-12-06T13:49:30+00:00

Você se esforça para alcançar sucesso, ter estabilidade financeira e se preocupa com o futuro mas, às vezes, os planos de vida na melhor idade são deixados de lado. Por isso, muita gente chega nessa fase e sente que não está aproveitando a vida como deveria.

É muito comum que pessoas na melhor idade sofram com transtornos como a depressão. Em julho de 2017, dados do IBGE apontavam para esse perigoso quadro. Diante desse cenário, várias entidades começaram a fazer campanhas para expor os riscos e, principalmente, fazer com que as pessoas aprendam a aproveitar melhor os seus momentos e suas conquistas.

O ser humano precisa sempre ter objetivos e metas adequados a cada período da vida. Mesmo depois de alcançadas as conquistas próprias da jornada adulta — casa própria, carro na garagem, equilíbrio financeiro —, sempre é possível traçar novos planos e aproveitar com plenitude o que os anos à frente ainda têm a oferecer.

Saiba, no post de hoje, como usufruir melhor de sua estabilidade financeira e familiar para aproveitar ao máximo os momentos de felicidade, melhorar sua autoestima e ser ainda mais feliz!

Aproveite melhor o tempo sozinho

Muita gente se preocupa com a falta que vai sentir depois que os filhos saírem de casa. É a tal síndrome do ninho vazio. Mas, por outro lado, esse é o momento de aproveitar melhor a paz e a tranquilidade, já que filhos e netos fazem visitas periódicas.

A dica é preencher esse tempo com algo que ocupe sua mente. Ler livros, fazer passeios e conhecer novos lugares são boas ideias. Há companhias que oferecem cruzeiros para pessoas que buscam por mais qualidade de vida na melhor idade.

Uma ideia é tirar um período para se dedicar somente à realização daqueles sonhos que ficaram para “depois” a vida inteira. Pode ser, por exemplo, fazer uma viagem a um lugar distante ou realizar um intercâmbio. Quem quer atividades mais radicais e diferentes pode incluir nesse projeto ideias como:

– realizar trilhas sob supervisão profissional;
– andar de kart;
– frequentar aulas de tiro ao alvo.

Absorva novos conhecimentos

Nunca é tarde para aprender! A melhor idade pode, sim, emprestar um tempinho para aprender coisas novas. Pode ser um curso de marcenaria, gastronomia ou qualquer outro assunto que já tenha despertado interesse anteriormente.

Quantas vezes você quis fazer um curso sobre vinhos, mas não pode, por causa da correria do dia a dia? Talvez a terceira idade traga a oportunidade perfeita!

Seja qual for a área e o fim — seja profissional ou puramente para satisfazer um hobby — o importante é que sirva para aprendizado e crescimento pessoal, trazendo prazer e preenchendo momentos livres.

Quem não gostar ou não puder (por alguma limitação de saúde) sair de casa, também tem como opção escolher algum dos milhares cursos disponíveis na internet e aprender mais dentro de seu próprio lar.

Tire um tempo para si mesmo e tenha planos de vida na melhor idade

Conhecer a si mesmo é, muitas vezes, libertador. Quem trabalha a vida inteira passa muito tempo se preocupando com os outros: filhos, netos, funcionários, chefes. Na melhor idade, é chegada a hora de pensar um pouco em si, não é mesmo?

Não vale a pena ainda, em tal altura da vida, ficar se preocupando apenas com os outros e esquecer de satisfazer às próprias vontades. Se tem uma hora de fazer isso, é essa! Portanto, vale a pena se dedicar às atividades mais prazerosas da listinha particular:

– sair para passear de bicicleta;
– reunir-se com amigos;
– aprender um novo idioma;
– praticar uma atividade física diferente;
– tomar um café especial em um lugar bem pitoresco.

Aceite o desafio de um novo negócio

Depois de ter conquistado a sonhada estabilidade financeira, é sempre bom sentir-se desafiado novamente. Uma proposta para os que não se acostumam com o mais do mesmo e querem alçar novos voos é investir em um novo negócio.

O ideal é fazer pesquisas sobre áreas mais seguras, com menor grau de risco. Empreender na melhor idade pode trazer experiências completamente diferentes de todas as que já foram vividas, trazendo algo extremamente importante na terceira idade: a sensação de estar construindo algo!

Muita gente, quando chega nessa fase da vida, tem a falsa ideia de que não é mais útil e se sente desencaixado, sem lugar no mundo. A causa principal disso é a falta de planos, perspectivas e desafios.

Começar um empreendimento desde a semente, vendo-o crescer e dar frutos, vai fazer com que a melhor idade seja uma fase de novas descobertas e também traga seu retorno e sua compensação.

Algumas das pessoas que viveram mais e melhor conseguiram essa façanha porque nunca pararam de investir e buscar novas metas: eis um bom exemplo para todos nós, portanto, nada de pendurar as chuteiras tão cedo!

Contribua para o bem-estar da família

Continue colaborando para o bem-estar da família. Com filhos encaminhados, formando suas próprias famílias, uma pessoa na melhor idade pode sentir-se à parte.

Mas, mesmo nessa fase, é possível fazer investimentos e garantir a segurança das próximas gerações. Você nunca sabe o que o amanhã trará. Todas as pessoas estão sujeitas a imprevistos e momentos difíceis.

Uma forma de minimizar esses riscos é investir tanto em reservas de segurança como em patrimônio. É possível, inclusive, fazer consórcios ou outros investimentos em nome de filhos e netos. Isso facilita o processo de transferência de bens, reduz a possibilidade de disputas por herança e, consequentemente, minimiza burocracias.

Para ver sua família unida e segura, como é o desejo de toda pessoa, calcule cuidadosamente os seus passos para o futuro. Fazer planos de vida na melhor idade vai garantir o conforto e a prosperidade das próximas gerações.

É preciso abandonar o estigma da idade avançada: cada pessoa tem seu lugar no mundo e sua utilidade, tanto para si quanto para os seus próximos, em todas as etapas da vida.